O Balde Furado: Análise Sobre Afastamento da Igreja

Você já carregou um balde com vazamento? Um daqueles que, não importa o quão cuidadoso você o carregasse ou o remendasse, simplesmente não parava de pingar? Mesmo se você não tenha passado por uma situação dessas, é óbvio que não deixaria o balde pingar indefinidamente. Pense no custo — quanta água você desperdiçaria e qual seria sua conta de água se tivesse que continuar recarregando o balde! 

Como você lidaria com o vazamento da água? Talvez você assistiria a um vídeo on-line que ensinasse como consertar adequadamente o seu balde. Ou, talvez, você pegaria a sua caixa de ferramentas e com ela remendaria o balde. Ou, talvez como último recurso, você poderia procurar um especialista para consertar o vazamento. Seja como for, uma coisa é certa: você não deixaria o balde continuar pingando! 

Agora pense em nossa igreja. Você já notou algum “vazamento” de membros em sua igreja local? Pessoas que frequentam por um período de tempo, mas desaparecem subitamente. O que está sendo feito para recuperar as pessoas que abandonam nossa Igreja? De acordo com um estudo recente, 39,25% de todos os membros nos últimos 50 anos deixaram a Igreja (Departamento de Arquivos, Estatísticas e Pesquisa, 2015). Nossa igreja está experimentando a mesma penosa tendência de muitas outras denominações cristãs quando se refere aos membros da igreja — o número de pessoas que saem continua aumentando. Para conter esse gotejamento angustiante, 

conseguimos algumas informações importantes sobre pessoas que deixaram a Igreja. 

Em 2013, o Center for Creative Ministry (Centro de Ministério Criativo) realizou uma pesquisa internacional com 925 membros inativos e ex adventistas do sétimo dia. Essas aprofundadas entrevistas analisaram a experiência dos entrevistados com a igreja como um todo — desde o início de sua jornada até o presente. Muitos dos entrevistados não foram criados na Igreja Adventista do Sétimo Dia. Apenas 30% foram criados em lares adventistas; os 70% restantes se converteram em algum momento da vida. Quarenta e cinco por cento dos entrevistados haviam sido criados ou educados em outra igreja anteriormente, enquanto 27% relataram não possuir nenhuma religião antes de se converterem à Igreja Adventista. O que primeiramente trouxe os entrevistados à igreja adventista e que experiências eles tiveram enquanto faziam parte da Igreja? Que eventos os levaram a dar as costas ao adventismo? Estamos prestes a embarcar em uma jornada juntos para aprender mais sobre aqueles que estão deixando nossa igreja. Embora esse tópico possa parecer desconfortável, é essencial entendermos por que as pessoas saem para que possamos manter os membros atuais e encontrar maneiras de nos reconectar com os que foram embora. 

Para maiores informações: Pesquisa com não assíduos e ex membros da igreja 

Shape 

Criado em colaboração com o Instituto do Ministério da Igreja.