As opiniões dos desbravadores sobre salvação: graça ou obras?

A Igreja Adventista está fundada sobre 28 crenças fundamentais; essas crenças devem ser adotadas e internalizadas por todos os membros da Igreja. Uma crença importante com respeito à salvação, afirma o seguinte:

Em infinito amor e misericórdia, Deus fez com que Cristo Se tornasse pecado por nós, para que nEle fôssemos feitos justiça de Deus. Guiados pelo Espírito Santo reconhecemos nossa pecaminosidade, arrependemo-nos de nossas transgressões e temos fé em Jesus como Senhor e Cristo, como Substituto e Exemplo. Essa fé que aceita a salvação, advém do poder da Palavra e é o dom da graça de Deus. Por meio de Cristo somos justificados e libertados do domínio do pecado. Por meio do Espírito, nascemos de novo e somos justificados. Permanecendo nEle, tornamo-nos participantes da natureza divina e temos a certeza da salvação agora e no Juízo. (Salmos 27:1; Isaías 12:2; Jonas 2:9; João 3:16; 2 Coríntios 5:17-21; Gálatas 1:4; 2:19 e 20; 3:13; 4:4-7; Romanos 3:24-26; 4:25; 5:6-10; 8:1-4, 14, 15, 26 e 27; 10:7; 1 Coríntios 2:5; 15:3 e 4; 1 João 1:9; 2:1 e 2; Efésios 2:5-10; 3:16-19; Gálatas 3:26; João 3:3-8; Mateus 18:3; 1 Pedro 1:23; 2:21; Hebreus 8:7-12). [1]

A partir dessa afirmação, fica claro que a Igreja Adventista acredita na salvação somente pela graça. No entanto, pode-se questionar se essa crença é internalizada e totalmente compreendida pelos membros — especialmente os jovens, a próxima geração de adventistas (que corre muito mais risco de desistir)?

Nosso último blog examinou um estudo realizado pelo Instituto do Ministério da Igreja, em conjunto com o Centro de Evanglismo Jovem (Center for Youth Evangelism) no Camporee Internacional de Desbravadores — Escolhidos (Chosen International Pathfinder Camporee (CIC) em 2019. Este estudo incluiu 1.024 participantes, com um total de 993 pesquisas concluídas.

Uma parte da pesquisa continha perguntas sobre o tema da salvação. Os resultados foram, francamente, um pouco preocupantes.

Quando solicitados a responder à afirmação: "Sei que para ser salvo, devo viver de acordo com as regras de Deus", mais de quatro em cada cinco (85%) dos jovens concordaram em uma extensão ou outra.

  • Apenas 16% dos entrevistados discordaram fortemente e 11% discordaram da afirmação: "Não há nada que eu possa fazer para obter a salvação." Isso implica que eles acreditam que há algo que podem fazer para merecer o presente da salvação.
  • Os jovens foram convidados a responder à declaração: "Quanto mais eu sigo os padrões adventistas, maior a probabilidade de ser salvo." Mais de dois em cada cinco (44%) entrevistados concordaram em uma extensão ou outra. No entanto, 33% discordaram.
  • Três em cada cinco (59%) dos jovens concordaram que "a maneira de ser aceito por Deus é tentar sinceramente viver uma vida boa".
  • Finalmente, quando solicitado a responder à declaração: "A ênfase principal do evangelho está nas regras de Deus para uma vida correta", mais da metade (55%) dos jovens concordou em uma extensão ou outra.

Um estudo semelhante foi realizado em 2014 no Cmporee Internacional de Desbravadores Sempre Fiel ( Forever Faithful International Pathfinder Camporee (consulte o nosso blog sobre os pontos de vista dos desbravadores sobre a lei e a salvação). Os resultados da pesquisa CIC de 2019 são mais altos em cada ponto listado acima. Isso mostra uma tendência crescente no mal-entendimento dessa doutrina entre os jovens.

Apesar dessas visões preocupantes sobre a salvação, há boas notícias: os jovens parecem ter confiança no amor de Deus por eles.

  • Quando perguntados se eles acreditam que Deus os ama, mesmo quando pecam, 95% dos jovens compartilham que concordam ou concordam fortemente com esta afirmação.
  • Um número ainda maior (97%) de jovens concordou ou concordou fortemente com a afirmação: "Eu sei que Deus me ama, não importa o que eu faça".

É animador ver que esses números são ligeiramente superiores aos resultados de cinco anos atrás.

O Estudo Global para Membros da Igreja de 2017-18 também examinou as opiniões dos membros sobre a salvação. Quando os participantes do estudo foram convidados a responder à afirmação: “A salvação é somente por Jesus Cristo”, 65% das crianças e jovens concordaram fortemente e outros 23% concordaram. É encorajador que a grande maioria das crianças e jovens em todo o mundo entenda que a salvação só pode ser alcançada através de Jesus Cristo!

A close up of a piece of paperDescription automatically generated

No entanto, quando solicitados a responder à afirmação: "Eu não vou para o céu a menos que obedeça perfeitamente à lei de Deus", os participantes da pesquisa mostraram visões mais legalistas, semelhantes ao estudo do CIC Pathfinder. Quarenta e dois por cento das crianças e jovens concordam fortemente que não vão para o céu a menos que sigam perfeitamente as leis de Deus, e outros 29% concordam.

A picture containing foodDescription automatically generated

Além disso, quando solicitado a responder à declaração: “Se eu quiser ser salvo, preciso ser batizado na Igreja Adventista do Sétimo Dia”, mais da metade (57%) concordou em uma extensão ou outra.

A screenshot of a cell phoneDescription automatically generated

Embora pareça claro que os jovens de todo o mundo compreendem a teoria da salvação pela graça, eles não aplicam essa crença na vida espiritual pessoal. Isso é preocupante e suscita uma pergunta de que fonte (s) eles estão recebendo esta mensagem. Eles estão ouvindo essas mensagens do púlpito? Lendo na literatura adventista? Recebendo esta mensagem da família e dos amigos? Outros membros da igreja? Isso é falado ou simplesmente "entendido?" Será que esse mal-entendido sobre salvação e a visão que acompanha o adventismo é o motivo pelo qual muitos jovens estão deixando a igreja? Aqueles em posições de influência — pastores, professores etc. — devem estar certos de que estão ensinando e praticando a crença adventista da salvação pela graça e incentivando outros a fazer o mesmo. Vamos dar mais atenção a este tópico e sua aplicação prática na preparação dos jovens para o batismo.

Não as esconderemos dos nossos filhos, mas falaremos aos nossos descendentes a respeito do poder de Deus, o SENHOR, dos seus feitos poderosos e das coisas maravilhosas que ele fez. (Salmo 78:4 NTLH)


Criado em colaboração com o Instituto do Ministério da Igreja


Criado e traduzido pela equipe ASTR


[1]Igreja Adventista do Sétimo Dia, CRENÇAS  https://www.adventistas.org/pt/institucional/crencas/