Relacionamentos Sociais e Cuidados com os Membros na Igreja Global

O Novo Testamento apresenta uma visão clara de como os primeiros cristãos interagiam e cuidavam uns dos outros. Em Atos 2:42, 44-47, lemos que os crentes

...dedicavam-se ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. . . E todos os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração,
louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos. (Atos 2:46,47)

Isso não soa como o tipo de igreja que atrairia as pessoas? Isso não parece o tipo de igreja a que você gostaria de pertencer? No entanto, quando pensamos em como nossas igrejas funcionam hoje, fazemos um bom trabalho em imitar o exemplo dado pela Igreja Primitiva?

Na Pesquisa Global de Membros da Igreja 2017-18, os membros foram solicitados a responder à declaração: “Outras pessoas em minha igreja se importam comigo”. Enquanto quatro em cada cinco (80%) dos entrevistados concordaram com essa afirmação, apenas 26% desse número concordou totalmente. Infelizmente, 15% admitiram não ter certeza se outras pessoas em sua igreja se importavam com eles, e uma pequena porcentagem (6%) discordou de uma forma ou de outra. Embora pareça encorajador que muitos membros se sintam cuidados, isso nos leva a questão: “Por que alguns membros não se sentiram assim?”

Background patternDescription automatically generated

Quando questionados sobre seu envolvimento pessoal com outros membros em sua igreja ou em ajudar outros a crescer, os membros relataram uma variedade de atividades diferentes. Aproximadamente um quarto (24%) dos participantes da pesquisa compartilharam que faziam uma refeição com membros da igreja (exceto sua família) uma vez por semana ou mais. Outros 12% compartilhavam uma refeição com outros membros quase todas as semanas e 15% o faziam uma vez por mês ou mais. No entanto, 19% dos membros relataram que nos últimos 12 meses, eles compartilharam uma refeição com outros membros da igreja apenas uma ou duas vezes, enquanto 10% disseram que nunca o fizeram!

A picture containing diagramDescription automatically generated

Considerando mais profundamente o envolvimento dos membros, foi-lhes perguntado com que frequência, nos últimos 12 meses, eles ajudaram outro membro da igreja a crescer espiritualmente. Mais de um quarto (28%) dos entrevistados estavam envolvidos semanalmente com essas atividades de crescimento espiritual. Outros 14% compartilharam que estavam envolvidos em ajudar outros a crescer espiritualmente quase todas as semanas. Infelizmente, 22% dos membros relataram que, nos últimos 12 meses, eles se envolveram com essas experiências apenas uma ou duas vezes, e 14% nunca o fizeram.

ChartDescription automatically generated

Durante esta pandemia global do COVID-19, pode ser ainda mais difícil conectar-se e cuidar das pessoas ao nosso redor. A ameaça do vírus mantém muitos em casa e longe dos outros, o que pode ser extremamente desolador. Embora possa parecer muito difícil interagir pessoalmente com outros membros, este é o momento perfeito para encontrar métodos alternativos de envolvimento.

Se você está procurando maneiras alternativas de alcançar e se envolver com outros membros da igreja durante este momento difícil, aqui estão algumas idéias criativas para construir laços comunitários e sociais — mesmo no meio de uma pandemia:

  • Agende um "encontro" com outro membro via Zoom ou Google Meet. Esta é uma ótima maneira de se conectar e ver outras face a face. Conectar-se dessa forma também exige que você coloque de lado outras distrações, como faria se estivesse pessoalmente — e concentre-se completamente na outra pessoa.
  • Chame um membro da igreja para fazer o check-in. Muitas vezes, quando ligamos para outras pessoas, é com um propósito específico em mente. No entanto, aqueles que se sentem realmente sozinhos agora, sem dúvida, adorariam apenas conversar. Considere aqueles que podem estar mais solitários em sua congregação e ligue para eles apenas para dizer "oi."
  • Faça uma refeição “fisicamente distanciada” juntos. Embora possa ser um desafio devido ao clima frio em muitas regiões geográficas nesta época do ano, agende uma refeição com um amigo (ou família) onde você possa sentar-se a dois metros de distância — seja em cobertores de piquenique separados em um parque, no porta-malas do seu carro, etc. Esta é uma ótima maneira de conversar e compartilhar uma refeição, mas ainda mantém todos seguros.
  • Ofereça-se para ajudar alguém que possa estar passando por dificuldades. Muitas pessoas estão tendo dificuldade em atender às necessidades físicas de sua família (ou suas próprias) agora. Ofereça-se para levar uma refeição para alguém que está trabalhando horas extras no hospital, tomar conta de alguém que está tentando trabalhar em casa, sentar-se com uma criança durante uma aula de aprendizagem remota ou contribuir para o déficit financeiro de alguém. Embora estas coisas pareçam maneiras simples de ajudar, elas podem fazer uma grande diferença para elevar o moral e mostrar o amor de Jesus aos outros.

Lembremo-nos do que Jesus disse: “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros” (João 13:35 KJV).

O que VOCÊ pode fazer para estender a mão e ministrar àqueles em sua igreja? Compartilhe suas ideias com sua igreja e amigos

 


Criado em colaboração com o Instituto de Ministério da Igreja

Publicado por ASTR em 12-09-2020.