Tendências dos Telespectadores da Novo Tempo (Canal da Esperança) na Divisão Sul-Americana

Em nosso último blog, examinamos as tendências dos telespectadores do Hope Channel. Hoje, vamos examinar as tendências da audiência da Novo Tempo, versão em Português do Canal da Esperança, na Divisão Sul-Americana.

Tendências de Visualização na DSA

A Pesquisa Global de Membros da Igreja 2017-2018 (GCMS) avaliou diferentes tendências de visualização da programação adventista em diferentes divisões. Na Divisão Sul-Americana (DSA), um quarto (24%) dos entrevistados compartilharam que assistem a Novo Tempo diariamente; outros 19% assistiam mais de uma vez por semana, enquanto 14% assistiam quase todas as semanas. Embora esse número pareça animador, mais de um quarto (27%) nunca assistiu à programação da Novo Tempo.

No entanto, a programação Novo Tempo era assistida com muito mais frequência do que os outros tipos de programação adventista. Apenas 15% dos entrevistados assistiam a outros programas adventistas diariamente, enquanto 14% assistiam mais de uma vez por semana. Quase metade (45%) dos entrevistados nunca assistiu a outra programação adventista.

Um estudo de 2014 conduzido por Paul Richardson, Petr Činčala e Monte Sahlin com o Centro de Ministério Criativo, em nome do departamento de Arquivos, Estatísticas e Pesquisas da Associação Geral ajudou a conhecer mais sobre como os telespectadores se connectavam com a Novo Tempo. Para este estudo, foi enviado um e-mail a uma mala direta de pessoas cadastradas na Novo Tempo por meio de seus sites. Um total de 14.625 respostas foi coletado.

Programação Mais Popular

Embora a programação sobre doutrina e evangelismo fosse mais popular entre os telespectadores da Novo Tempo, as tendências entre os telespectadores da Novo Tempo eram ligeiramente diferentes. Evangelismo (75%), doutrina adventista (72%), história bíblica e arqueologia (65%) e eventos finais(64%) foram as programações mais populares do canal Novo Tempo no Brasil. Em cada caso, menos de 10% dos telespectadores indicaram que provavelmente não assistiriam a programas desse tipo. Semelhante às respostas da pesquisa da Novo Tempo, a programação infantil era menos provável de ser vista na Novo Tempo, talvez porque nem todos os entrevistados tinham filhos.

A quem você recomendaria o Novo Tempo?

Muitos entrevistados viram a Novo Tempo (Canal da Esperança) como uma oportunidade de evangelismo. Quando questionados a quem recomendariam a programação Novo Tempo, mais da metade (55%) dos telespectadores indicaram que o fariam a amigos que não eram adventistas do Sétimo Dia. Um número semelhante (54%) compartilhou que eles recomendariam a programação Novo Tempo para membros da família que não eram adventistas do Sétimo dia. É emocionante saber que os telespectadores da Novo Tempo acham a programação atraente o suficiente para ser compartilhada com pessoas de fora de sua fé, sem dúvida com o objetivo de compartilhar as boas novas de Jesus com aqueles que podem não conhecê-lo.

Programação recomendada para coirmãos adventistas

Os telespectadores da Novo Tempo relataram que recomendaram muitos tipos diferentes de programação aos coirmãos adventistas. Programação sobre evangelismo (58%), doutrina (56%) e o fim dos tempos (55%) foram os tipos de programação mais recomendados. Curiosamente, as notícias adventistas têm menos probabilidade de serem recomendadas entre os adventistas; não está claro por que isso acontece.

É importante notar que as descobertas do estudo Novo Tempo não foram classificadas por tipo de respondente (ou seja, visualizador, administradores da igreja ou equipe do centro de mídia). No entanto, quando as descobertas do estudo do Canal da Esperança foram examinadas, ficou claro que cada tipo de espectador / respondente da pesquisa tinha uma prioridade diferente (veja o blog anterior) quando se tratava do tipo de programação que eles recomendariam a outros Adventistas. Portanto, é justo supor que o mesmo seria verdade para os telespectadores da Novo Tempo.

Programação recomendada para não adventistas

A programação recomendada para não adventistas era semelhante à recomendada para adventistas. Evangelismo (59%), Doutrina (56%) e o Fim dos tempos (54%) foram os tipos de programação mais prováveis ​​de serem recomendados a telespectadores não adventistas. Semelhante aos telespectadores do Canal da Esperança, as descobertas do estudo Novo Tempo mostraram que, em geral, os telespectadores estavam interessados ​​em apresentar os ensinamentos e doutrinas da Igreja aos seus amigos não adventistas. Muitos deles estão interessados ​​na mensagem adventista e muitos não são membros da Igreja Adventista (veja nosso blog: Declarando Sua Glória).

Contactando Novo Tempo

Uma porcentagem muito elevada de respondentes já havia, em algum momento, contactado a Novo Tempo no Brasil com algum tipo de solicitação ou resposta à programação; o motivo mais comum de contato com a Novo Tempo foi para solicitar materiais (41%). Apenas uma pessoa em oito indicou nunca ter contactado a Novo Tempo. Os respondentes desta pesquisa constituíram um grupo com o qual a Novo Tempo parece ter tido um nível de contato muito alto.

A Novo Tempo tem uma base sólida de telespectadores, um grupo de pessoas que investiram muito em sua experiência de visualização. É encorajador que este grupo de telespectadores estava ansioso para compartilhar a programação Novo Tempo com seus amigos e familiares, especificamente aqueles que não eram adventistas. Além disso, está claro que outros canais adventistas da DSA poderiam aprender com a Novo Tempo se desejassem alcançar um público mais amplo e ter um impacto maior no Reino dos Céus.

A pesquisa da Novo Tempo foi realizada como parte de uma avaliação do Canal da Esperança  e o relatório completo permanece confidencial.

Alguns relatórios sobre a Avaliação do Canal da Esperança estão disponíveis. Para mais informações, clique aqui.

Para ver o relatório completo do GCMS da Divisão Sul-Americana, clique aqui.


Criado em colaboração com o Instituto de Ministério da Igreja

Publicado pela ASTR em 02-9-2021.